Meu Filho Tem Febre Reumática. E agora?

febre reumatica

A febre reumática é uma condição de saúde séria que afeta principalmente crianças e adolescentes, muitas vezes surgindo após uma infecção estreptocócica não tratadaÉ fundamental entender o que é a febre reumática, seus sintomas, tratamentos disponíveis e como proporcionar apoio e cuidados adequados ao seu filho. 

Neste texto, vamos explorar essa condição, fornecer informações essenciais e orientações para ajudar a lidar com a situação da melhor maneira possível. Confira!

O que é Febre Reumática?

A febre reumática (FR) é uma condição desafiadora que exige atenção e cuidados específicos para garantir uma vida plena e saudável. É resultado de uma complicação decorrente de uma amigdalite bacteriana causada pelo Streptococcus pyogenes (estreptococo do grupo A), não tratada ou tratada de maneira inadequada. 

Sintomas 

Esta infecção desencadeia inflamação, especialmente no coração, vasos sanguíneos e articulações. Os sintomas predominantes incluem febre e dor nas articulações. A manifestação cardíaca é a mais grave e pode ocorrer, também, manifestação neurológica. 

Tratamento 

O tratamento da faringoamigdalite é feito com antibiótico. O tratamento dos demais sintomas  é determinado pelas manifestações clínicas apresentadas, e podem ser necessários anti-inflamatórios, corticoide, ácido acetil salicílico.
Após essa primeira fase do tratamento, é recomendado que o paciente fique de repouso pelo tempo que o médico recomendar, evitando sair de casa até mesmo para frequentar a escola. 

Sendo assim, ela não poderá brincar com outras crianças e esse pode ser um período particularmente difícil, porém essencial para a avaliar a manifestação e a intensidade dos sintomas na criança.

A profilaxia secundária varia de acordo com a manifestação clínica apresentada, podendo ser necessário um período de tratamento mais prolongado e, em alguns casos, é necessário tratar ao longo de toda a vida. 

É Possível Que Meu Filho Tenha Mais de Um Surto de Febre Reumática (FR)?

 

Sim, é possível que ocorra novamente um surto de febre reumática. E a cada novo surto da doença pode debilitar mais o coração, podendo inclusive ser necessário a cirurgia. Portanto é essencial seguir o tratamento corretamente.

Registre meticulosamente qualquer alteração no estado de saúde da criança. Este é um recurso valioso para o acompanhamento, abrangendo desde dores, inchaço ou desconforto nas articulações, bem como sintomas cardíacos

Essas anotações fornecerão informações essenciais para ajustes no plano de tratamento. Além disso, nunca deixe de informar sobre qualquer sintoma novo ou mudanças no seu estado de saúde.

A Importância do Tratamento Adequado

De acordo com as Diretrizes Brasileiras para o Diagnóstico, Tratamento e Prevenção da Febre Reumática, a adesão rigorosa ao tratamento prescrito pelo seu médico é fundamental para controlar a febre reumática e prevenir complicações a longo prazo

Certifique-se de seguir as orientações de medicamentos e terapias recomendadas para o caso específico. 

Lembre-se: Mantenha um monitoramento cardíaco regular

Faça acompanhamento periódico com o cardiologista, uma média crucial para avaliar a saúde do coração em pacientes com febre reumática. Não negligencie e nem subestime a importância dessas consultas. A cardite é a forma mais grave da enfermidade, pois pode resultar em sequelas e até mesmo levar ao óbito.

Garantindo o bem-estar após o diagnóstico

Após o diagnóstico clínico da FR é muito importante seguir o tratamento farmacológico seguido do acompanhamento regular e a adoção de estratégias de longo prazo dentro da sua realidade.

Isso inclui a manutenção de hábitos sadios no dia a dia, o acompanhamento regular com profissionais de saúde e a busca de apoio emocional, se necessário. Siga essas dicas com comprometimento e consulte fontes confiáveis, como o site da Sociedade Brasileira de Reumatologia para informações adicionais. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *