Hidroxicloroquina e Uso Para Tratamento Reumático

O hidroxicloroquina é indicado para o tratamento da artrite reumatoide e lúpus, entre outras doenças e, atualmente, se tornou um dos medicamentos mais procurados nas farmácias e consultórios médicos no Brasil.

Em decorrência da fama que está ganhando de tratar a Covid-19, valendo alertar que ainda está em fase de testes e nada foi comprovado pela ciência.

A Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR) informa que os estudos são promissores, mas ainda não são conclusivos. A recomendação é  conversar com o médico e não usar remédios sem receita.

Leia mais sobre Reumatismo e Coronavírus clicando aqui!

O presidente da Sociedade Brasileira de Reumatologia, José Roberto Provenza, explica que não há ainda trabalhos de relevância científica informando como a hidroxicloroquina funcione como prevenção à infecção causada pelo novo coronavírus.

Em  decorrência das especulações, as pessoas assintomáticas a doenças que necessitam do remédio em tratamento, começaram a procurar o hidroxicloroquina de maneira desenfreada e, até mesmo, quem não foi diagnosticado com Covid-19, chegando a desfalcar as prateleiras e estoques dos estabelecimentos. A grande  demanda fez com que aqueles que necessitam, veridicamente do remédio, não o encontre nas farmácias.

O medicamento auxilia no alívio das dores e desconfortos causados por doenças reumáticas e, o uso indevido, provoca náuseas, dor de cabeça, entre outros efeitos colaterais. Por esse motivo, não é comercializado sem receita médica. Em entrevista ao Jornal O Estado de São Paulo, o presidente da SBR afirmou  que também precisa verificar se não há interação medicamentosa e é preciso atenção às questões neuromusculares, porque algumas pessoas começam a sentir fraqueza, dores musculares, perda da visão e da equidade visual.

A Reumatologista e membro da Sociedade Mineira de Reumatologia, Ana Flávia Madureira, alerta que o medicamento hidroxicloroquina deve ser usado somente entre pacientes com doença reumática e indicação médica. Até o momento, não temos evidência científica que esse medicamento tenha benefício profilático na infecção contra o coronavírus. Não deve ser usado sem prescrição médica.

As pessoas com doenças reumáticas sofrem dores terríveis diariamente. O reumatismo ainda não tem cura. O tratamento medicamentoso, associado às instruções passadas pelo médico, proporcionam um pouco de alento e melhoram a qualidade de vida. O uso contínuo do hidroxicloroquina é muito importante para esses pacientes.A Sociedade Brasileira de Reumatologia reforça a necessidade de restrição na venda desses medicamentos com autorização somente mediante apresentação de receituário médico e indicações previstas em bula. Clique aqui e leia na íntegra a nota da SBR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *