5% Das Pessoas No Mundo Têm Fibromialgia

A fibromialgia é uma síndrome da dor generalizada, sendo que 90% dos casos ocorrem entre mulheres. O problema provoca dores constantes pelo corpo e sensibilidade em algumas partes, como músculos, tendões e articulações como uma das doenças reumáticas que mais atinge a população.

Além disso,  as causas da doença ainda são desconhecidas, mas acredita-se que seja provocada por um descontrole na área do cérebro responsável pelo processamento da dor. Alguns fatores são comuns entre as pessoas atingidas, como antecedentes familiares (o que pode indicar um fator genético), infecções, doenças autoimunes, ansiedade e depressão.

Muitas são as dúvidas, fofocas, certezas e loucuras que sugerem e se espalham. Portanto, tendo em vista essa questão e o fato de ser uma das doenças reumáticas mais comuns, principalmente entre mulheres, separamos algumas curiosidades sobre a doença. Confira!

Quando Sei Que Estou Com Fibromialgia?

Fadiga, dor em diversas partes do corpo, falhas de memória, dificuldades para praticar exercícios físicos, dor intensa de cabeça, formigamento e dormência nos pés e mãos são alguns dos principais sintomas.

Porém, o diagnóstico certeiro em 100% ocorre com uma consulta médica e exames. Ao sentir com frequência, pelo menos alguns desses sintomas, o ideal é procurar um hospital.

Por que Ter Fibromialgia? Por que Atinge Tantas Pessoas?

A Sociedade Brasileira de Reumatologia explica que, “ainda não está totalmente esclarecida, mas a principal hipótese é que pessoas acometidas apresentam uma alteração na percepção da sensação de dor. A situação é apoiada por estudos sobre o cérebro em funcionamento e também porque essas pessoas demonstram outras evidências de sensibilidade no corpo, como no intestino ou na bexiga. Algumas delas desenvolvem a condição após um gatilho, como uma dor localizada mal tratada, um trauma físico ou uma doença grave. O sono alterado, os problemas de humor e concentração parecem ser causados pela dor crônica, e não ao contrário”.

O portal  Uol analisou algumas doenças que mais acometem as mulheres e, quando se trata da fibromialgia, a explicação é que “ter um sistema imunológico mais forte, por incrível que pareça, também tem algumas desvantagens. Os artigos científicos recentes apontam que os mesmos mecanismos que garantem adoecer com menos frequência são os causadores da suscetibilidade a doenças autoimunes”.

E O Tratamento, Como É? Existe Cura Para A Fibromialgia?

Como todas as doenças reumáticas, a fibromialgia não tem cura, porém possui um tratamento para alívio e amenização das dores e desconforto.  A meta no tratamento é aliviar os sintomas com melhora na qualidade de vida. A doença provoca deformidades ou sequelas nas articulações e músculos. O principal tratamento não é medicamentoso, ou seja, os cuidados das pessoas consigo mesmas são mais importantes  que as medicações, embora essas também tenham seu papel. O principal tratamento é o exercício aeróbico, mexendo o corpo todo e acelerando os batimentos cardíacos como a melhor a maneira de reverter a sensibilidade aumentada à dor. As medicações são úteis para permitir a prática de exercícios físicos”, informa a Sociedade Brasileira de Reumatologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *