Cotidiano de Quem Tem Reumatismo: remédios, exercícios, trabalho, lazer etc

Mais de dez milhões de pessoas sofrem com reumatismo, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As centenas de doenças reumáticas acometem articulações, mas também o coração, pele e até as emoções. O cotidiano dessas pessoas está longe de ser tranquilo e prazeroso ao lidar com dores e desconfortos. A oscilação do estado emocional também é, de fato, desafiador.

As doenças reumáticas não têm cura, mas podem ser tratadas para diminuição das dores e sofrimento, mantendo um acompanhamento adequado com reumatologista.

As pessoas diagnosticadas com algum tipo de doença reumática  sentem dores nas articulações e inchaço em várias partes do corpo, além de outros sintomas. As principais doenças entre brasileiros são lúpus, lombalgia, osteoporose, fibromialgia, artrite reumatoide, espondiloartrites, gota e osteoartrite ou artrose.

Diagnóstico

Após seis semanas de aparentes sintomas como dor nas juntas e articulações, inchaço em alguma parte do corpo, escoriações na pele etc, é recomendável procurar um médico clínico geral, imediatamente, para avaliação e exames.

O reumatismo não atinge apenas idosos. As crianças, adolescentes, jovens e adultos também estão sujeitos. É fundamental a população se informar sobre as doenças reumáticas, pois, em geral, podem surgir entre os 35 e 40 anos. A dificuldade do diagnóstico leva a progressão e incapacidade física.

Tratamento

A Sociedade Brasileira de Reumatologia informa que o diagnóstico precoce e o tratamento adequado são importantes para uma vida produtiva e com qualidade.

Após o diagnóstico da doença reumática, a pessoa é direcionada para  consultar um reumatologista. O tratamento é medicamentoso e manual. As  atividades autorizadas pelo médico e o uso correto dos remédios   facilitam a rotina diária de quem tem reumatismo, amenizando dores e os transtornos da doença.

Cotidiano de Quem Tem Reumatismo

Os remédios, exercícios e o cotidiano são diretamente afetados pelas doenças reumáticas. A rotina de quem tem reumatismo é muito relativa em relação  às outras pessoas, pois tarefas simples, como varrer casa, podem ser terríveis e dolorosas.

Ter paciência e compreensão por parte de quem convive com portadores de alguma doença reumática, ajuda tanto a pessoa que tem o problema, como quem está próximo. É comum as emoções se alterarem repentinamente, pois algumas doenças reumáticas estão ligadas à depressão, como a fibromialgia, por exemplo.

Outro aspecto para avaliação está nos exercícios físicos, pois alguns são  mais fáceis e leves, entretanto, para quem tem reumatismo, podem se tornar complexos e sofridos, uma vez que os movimentos simples são desgastantes.

Diversas pessoas têm dificuldade para encontrar médicos, remédios e fisioterapeutas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Contudo, existem leis específicas para facilitar o tratamento e a rotina de quem tem reumatismo, além de outros projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional. A recomendação é atenção com essas informações e atualizações sobre novidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *