O que são doenças crônicas?

O-que-são-Para blog doenças-crônicas

Os dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) apontam que cerca de 40% dos brasileiros, cerca de 57 milhões de pessoas, sofriam de pelo menos uma doença crônica não transmissível (DCNT), em 2013.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define as patologias crônicas como doenças de lento desenvolvimento e uma longa duração, podendo acompanhar a pessoa durante a vida. Normalmente, os problemas persistem por período superior a seis meses e requerem tratamentos e terapias longas ou complexas.

As doenças crônicas não transmissíveis, como as cardiovasculares, câncer, doenças respiratórias crônicas e o diabetes mellitus foram responsáveis por 51,6% do total das mortes entre pessoas de 30 a 69 anos, no Brasil, em 2015, conforme o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde. 

Causas

As doenças crônicas não estão associadas a uma causa única, pois existe um conjunto de fatores bem estabelecidos e conhecidos, envolvendo as condições e hábitos de saúde.

Os problemas de saúde estimuladores do surgimento de doenças crônicas são obesidade, doença congênita, doença genética e a coexistência de outras doenças.

Por outro lado, os fatores de risco evitáveis compreendem alimentação não saudável, sedentarismo, tabagismo, consumo excessivo de álcool e estresse emocional. As causas têm papel importante no surgimento e progressão das doenças e a adoção de um estilo de vida saudável ajuda na prevenção, controle e melhora da qualidade de vida. 

Doenças reumatológicas

As doenças reumatológicas, autoimunes ou essencialmente articulares, são crônicas, ou seja, exigem tratamento contínuo para diminuir o potencial de incapacidade, mas não tem cura assegurada.

A Pesquisa Nacional de Saúde apontou que, em 2013, havia 27 milhões de adultos no Brasil acometidos por doença crônica na coluna, representando 18,5% da população. Os problemas lombares são os mais comuns e a prevalência é maior entre mulheres (21%, ante 15% dos homens).

Embora não se restrinja à população idosa, a doença crônica de coluna está ligada ao avanço da idade, atingindo 8,7% dos jovens de 18 a 29 anos, aumentando para 26,6%, entre pessoas com 60 anos ou mais.

Tratamento de doenças reumatológicas crônicas

A maior parte das doenças reumatológicas, dependendo da fase da enfermidade, requer um tratamento para suprimir o processo inflamatório, minimizando o acometimento de outros órgãos e do sistema nervoso central.

O tratamento requer medicamentos e também exercícios físicos e acompanhamento psicológico. O médico reumatologista ainda pode sugerir a adoção de Práticas Integrativas e Complementares (PICS) para potencializar a eficácia do processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *